quinta-feira, 29 de junho de 2017

Tavapensandoaqui no homem do século passado

Tavapensandoaqui no homem do século passado. Aquele que atendia ao telefone com fio, assistia TV em preto e branco e ouvia radio em ondas curtas. Alguns mais abastados tinham vitrolas onde tocavam os LPs de 78 rotações. Se você procurar bem ainda deve encontrar alguns exemplares desses homens primitivos em perfeito estado de funcionamento andando pelas ruas, com suas calças largas gastas pelo tempo e arrastando pelo chão, sapato de couro gasto, mal engraxado, reparado pelas meias-solas e com suas camisas sociais puídas, gastas pelo tempo que são testemunhas de muita experiência de vida. Pode vê-los indo em direção a uma praça para encontrar outros seres primitivos e juntos darem comida aos pombos ou jogarem uma partidinha de damas ou um carteado. Esse homem primitivo caminhava uns bons quilômetros para ir de casa ao trabalho, usava roupas cinzentas, sem cores (será que as roupas não tinham cores ou eu me lembro disso porque vejo as fotos antigas em preto e branco?). Esse homem do passado vivia em casas com bom espaço de quintal onde criava animais e onde ficava a bancada de ferramentas que servia para fazer os reparos do telhado, das calhas, dos sofás que perdiam uma ou duas pernas e eram amparados por listas telefônicas, ou ainda usar as lixas para desenferrujar as cadeiras e mesas da cozinha que enferrujavam depois da primeira semana após terem chegado das lojas Arapuã. O homem antigo esperava pelo aquecimento das válvulas do aparelho de televisão, esperava que a imagem fosse se formando e aumentando até atingir as bordas das velhas Telefunken. Subia em telhados para arrumar a antena da televisão. Aos gritos das mulheres dizendo “mais prá lá ou mais pra cá” o homem primitivo “trepava” nos telhados para arrumar a antena espinha de peixe e depois sentava ao sofá para ver, babando (mais de sono do que de desejo, diga-se de passagem) as belas Chacretes nas tardes de sábado. Agora estamos numa nova era. Já passamos por diversas delas, tivemos o homem Paliolítico, o Mesolítico e o Neolítico. O homem de hoje não espera mais nem um minuto por nada. Quer tudo imediatamente. É informação imediata, resposta imediata, lucro imediato, decisões imediatas. O que demorava horas para ser feito, agora demora minutos e o homem de hoje não tem paciência de esperar. A comida fica pronta em minutos no microondas. A água fervente faz o macarrão no copo ficar pronto imediatamente. A comida pedida pelo aplicativo tem que chegar em minutos, quente e fresquinha. Ao sentar-se à mesa o garçom deve estar ao seu lado atendendo ao pedido. E a comida tem que vir no minuto seguinte. A televisão é ligada e a imagem aparece instantaneamente. O clique no site da Internet tem que responder em segundos. Tudo agora é imediato. Com isso, a pressa de quem pede contamina a calma de quem é cobrado. A população fica ansiosa, em estado de ansiedade. Olhos arregalados, esbugalhados pelo acompanhamento do videogame de ultima geração. A população atual está ansiosa por novos recursos nos celulares, novas formas de assistir filmes em 3D, novas maneiras de aprender a falar línguas em semanas. A ansiedade cresce, remédios são criados para combater as doenças na ânsia de buscar saúde imediata e rapidamente. Fazer exercícios deixou de ser suficiente, o auxílio de produtos energéticos acelera o crescimento dos músculos visíveis e diminui os outros que estão escondidos dentro da cueca. Estamos entrando agora na era do homem Ansiolítico. Não é não? Tava pensando aqui...

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Tavapensandoaqui na evolução do CPD para empresa de Soluções de TI

Relembrando uma das cronicas do livro #tavapensandoaqui, sobre o profissional de TI e sua desvalorização no mercado de trabalho.


Tavapensandoaqui na evolução do CPD para empresa de Soluções de TI. Centro de Processamento de Dados – CPD - era o nome pomposo do local onde ficavam os computadores mainframe no século passado e todas as grandes empresas tinham orgulho de mostrar aos clientes, fornecedores e concorrentes. No CPD envidraçado para todos verem, trabalhavam profissionais bem remunerados para fazer as informações da empresa fluírem de forma correta dentro da empresa. Grandes computadores ocupavam salas refrigeradas, esterilizadas e com cabeamento subterrâneo para manter os caríssimos equipamentos. Um programador em inicio de carreira ganhava por mês 8 vezes o valor de uma mensalidade de Faculdade de Engenharia (eu próprio). De CPD a área passou a chamar Informática. Nesta época chegaram os PC, Personal Computers com seus vídeos cabeçudos, suas impressoras matriciais portáteis e seus abafadores de ruído enormes, verdadeiros trambolhos. De Informática a nomenclatura evoluiu para Soluções de TI – Tecnologia da Informação. E o telefone celular hoje tem mais capacidade de processamento que um CPD antigo. E o técnico em TI hoje ganha menos que o dobro de uma mensalidade de uma Faculdade de Engenharia. O que aconteceu entre o tempo do CPD e a atual fase de Soluções de TI? Aconteceu que as grandes empresas inventaram que deveriam trabalhar apenas no seu nicho de especialização e retiraram de dentro de si os profissionais que não tinham nada a ver com a sua atividade principal. Por exemplo, um Banco ou Fábrica não precisam de uma profissional que varre o chão, limpa os móveis e os banheiros. Terceirizou. Não precisa de alguém para fazer o cafezinho e o almoço do pessoal. Terceirizou. Não precisa de um segurança. Terceirizou. Não precisa de um especialista em eletricidade e ar-condicionado. Terceirizou. Não precisa de um profissional de TI. Terceirizou. O que aconteceu em comum com todas estas profissões? Uma faxineira de uma grande empresa ganhava melhor e tinha benefícios que a empresa dava. Perdeu tudo. Uma cozinheira e um garçom? Idem. Um segurança? Idem. Um mecânico e eletricista de manutenção? Idem. Um profissional de TI? Idem. E hoje o profissional de Tecnologia de Informação é considerado um prestador de serviço igual aos outros com a diferença que não usa uniforme. Ainda. Se bem que já vi os profissionais, acho que são da Harry Potter IT Solutions, pois entram no cliente portando a camisa azul escuro com as iniciais da empresa. Tava pensando aqui..

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Tavapensandoaqui que o impossível é só questão de opinião

Tavapensandoaqui que o impossível é só questão de opinião. Todos nós sabemos. Ou será que só os loucos sabem? Todo mundo tem um amigo louco. Se você não tem um, pare para pensar ou pense andando mesmo e veja se o louco é você. 
Todos nós devemos ter um sonho que desejamos realizar. Tudo que pensamos pode se tornar realidade, segundo consta em vários pensamentos filosóficos postados nas redes sociais e escritos em livros de auto-ajuda. Esse é o tal “Segredo” que um monte de fofoqueiros contou para todo mundo. Já aconteceu comigo. 
Quando eu era vice-troço de um sub-treco, década de 80, na minha gestão fizemos uma festa de fim de ano e compramos diversos mimos para distribuir no bingo beneficente em beneficio do próprio clube. Quando comprei o LP da minha roqueira preferida, olhei para ele e disse “é meu”. Tenho testemunha, embora não me lembre quem seja. Nessa época os artistas lançavam um LP por ano. 
Esses discos eram caros, não era todo mundo que tinha vitrola para tocar os discos e nem todos tinham poder aquisitivo para comprar um monte deles. Chegou no dia do bingo, a minha cartela daquele mimo foi a vencedora. Poder do pensamento. Um amigo tinha uma bicicleta com freio a tambor no pedal traseiro e começou a fazer macaquices pela pedreira que ficava na esquina da minha casa no bairro do Marapé em Santos. 
Falamos diversas vezes para ele não pular um determinado obstáculo e ele acreditou que era possível. Foi com tudo. Depois que saiu do hospital com fraturas em diversos lugares acabou se recuperando bem. Acho que era um cara de pouca fé. 
Quando você deseja muito alguma coisa com muita fé o Universo conspira para realizar seu desejo. O Universo atualmente está muito cheio de pedidos para ganhar na Mega Sena, melhor não insistir neste desejo. Para conseguir aquilo que você deseja você deve ter fé e merecimento. Se tiver dinheiro talvez o pedido seja mais fácil de realizar. Mas se esse não é seu caso, muito trabalho será necessário para o sonho ser alcançado. 
Eu me formei recentemente como Coach e um amigo recente se interessou pelo assunto e me pediu uma explicação sobre o que se tratava. Eu lhe disse que se fosse explicar matematicamente, diria que é uma forma prática de chegar do ponto “A” ao ponto “B” de maneira rápida. Ele perguntou então se era igual ao Ubber. Eu lhe disse que não. Que era uma forma de tornar seu sonho realidade. 
Ele disse que tinha um sonho de ganhar um milhão de reais. Perguntei o que ele estava fazendo para realizar o sonho. Ele disse que não estava fazendo nada de especial, jogava na loteria de quando em vez. Disse-lhe que, caso ele não fizesse nada, não iria ter um milhão do dia para a noite. Perguntei-lhe o quanto ganhava ao mês. Peguei o valor que ele me passou e usei como divisor para o valor de um milhão. Ao ver o resultado em anos, ele decidiu que seu sonho agora era juntar uns vinte mil reais. 
Podemos também ajustar nossos sonhos, mas o impossível é mesmo questão de opinião. Que tal pensar sobre o assunto? Qual o seu sonho? Você está trabalhando para torná-lo realidade? Tava pensando aqui...

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Tavapensandoaqui que estou cansado de tanta falcatrua

Tavapensandoaqui que estou cansado de tanta falcatrua. São tantas falsidades, tanta gritaria, mentiras e tanta sujeira escondida na manga que nem vou te falar. Em toda parte que se olhe é a mesma coisa. Sinais secretos são combinados e usados para se comunicar e trapacear. O jogo é desonesto e é feito com cartas marcadas. Acusações, berros, palavrões e murros sobre a mesa são trocados entre as diversas facções. Até tem vezes que se sobe literalmente na mesa! A mentira é a tônica de todas as jogadas. Acusações de ladrão são ouvidas por todos os cantos. Dedos são apontados contra os narizes alheios. Cara a cara os valores que cada um defende são confrontados. Cospe-se na cara alheia. Quebra-se a palavra a toda hora. Blefa-se o tempo todo. Cumplicidade tem nome de parceria. Para superar as dificuldades cada equipe joga por si própria e tenta tirar vantagem de qualquer situação. Não importa quantos serão prejudicados pelas mentiras, blasfêmias e pelo roubo descarado. E tudo isso vem acontecendo ano após ano. Parece que vai melhorar e cada vez piora. Se gasta muito tempo e dinheiro para manter as conquistas. Tudo isso cansa. Você se dedica e faz de tudo para ser correto e no fundo vê que não compensa. Tenta fazer o jogo conforme as regras, mas é impossível jogar esse jogo com honestidade. A regra do jogo é roubar, é berrar, é intimidar o adversário, é apresentar argumentos falsos e tirar vantagem dessa estratégia. É enviar sinais secretos para seu cúmplice, usar codinomes para esconder a verdadeira identidade, enganar, ludibriar. Tem até àqueles que se disfarçam de santos, mas no fundo tem a sua parcela de culpa e roubam tanto quanto todo mundo. Tudo isso me cansou demais. O jogo é sujo demais. Desonesto. A enganação supera qualquer ética. Esse ano foi a gota d’água. Já tomei minha decisão de desistir e sair em caráter irreversível disso aqui. Caráter irrevogável. Essa é a minha decisão: nunca mais participo do torneio de Truco. Ano que vem vou apenas me inscrever nos torneios de Buraco e Tranca. Tava pensando que eu estava falando do que? Eu heim! Se bem que me parece muito com a situação atual de certo país. Tava pensando aqui...

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Tavapensandoaqui que Al Capone só foi preso por sonegar imposto de renda

Tavapensandoaqui que Al Capone só foi preso por sonegar imposto de renda. Todos sabiam que o cara mandava matar, corrompia todo mundo, comandava o tráfico de bebidas, de drogas, de empregadas, faxineiras, de bebês, tirava pirulito da boca de criança, jogava bituca de cigarro na rua, comandava a prostituição, tinha a polícia no bolso e o cara foi preso por sonegação de imposto. Ou seja, todos sabiam, mas faltavam provas. A falta de provas impedia a colocação de um verdadeiro crápula e facínora na prisão. Que tal procurar recibo falso de médico na declaração de certa pessoa, ao invés de ficar procurando picuinhas nas nossas declarações, heim dona Receita Federal? #ficaadica

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Tavapensandoaqui sobre o amigo fantasma

Tavapensandoaqui sobre o amigo fantasma. Aquela pessoa que nunca escreve nada no grupo, não responde quando se faz a pergunta sobre reunir o pessoal, não curte nem comenta nada que os amigos produzem e nem acredita nas redes sociais. Só entrou porque todo mundo tem. Ela então resolve fazer anúncio vendendo, convidando ou oferecendo alguma coisa e quer que a gente responda. Passou na fila da noção nenhuma vez. Na fila da reciprocidade zero vez. A fila do "é dando que se recebe" também pulou. Não é indireta para ninguém, é só um pensamento que me veio por aqui. Ah, você é um desses? Uia, nem lembrava que você tinha rede social. Me chamou para curtir sua página? Fiz igual a você, fingi que não vi. Mentira minha. Eu prestigio todo mundo que me chama. Se eu não te prestigiasse eu seria igual a você e não sou. Mas pare para pensar sobre isso. Se conseguir pensar andando, melhor ainda. O ser humano tem necessidade de reconhecimento, de aceitação. O relacionamento é construído com reciprocidade. É bom bater um papo e trocar ideias com os amigos no bar, no churrasco, na pizzaria. Hoje isso é feito pelas redes sociais também. Quando você interage, conversa, comenta, participa, curte e faz parte das brincadeiras, você passa a ser lembrado. E quando você manda seu currículo, a gente até indica para nossos contatos dizendo que você é uma pessoa legal. Tava pensando aqui...

sábado, 8 de abril de 2017

Tavapensandoaqui em agradecer somente hoje

Tavapensandoaqui em agradecer somente hoje. Agradecer pelo sol que nos ilumina e ao ar que respiramos. Agradecer pelo mar que nos rodeia. Agradecer pelas nuvens que nos protegem do sol e nos trazem as bênçãos da chuva. Agradecer pela centelha de vida que habita o meu corpo a qual alguns chamam de alma. Agradecer pelo fato de viver. Agradecer por ter nascido, filho dos meus pais. Agradecer pelo dom da razão, da inteligência, do amor, da compaixão. Agradecer por enxergar, por ouvir, por falar e por sentir o aroma das flores. Agradecer pelos bens materiais que posso ter e manter. Agradecer por ter um trabalho que me proporciona conforto na minha vida e na vida de quem convive no mesmo teto que eu. Agradecer por criar uma família. Agradecer pela oportunidade de evoluir com os ensinamentos de tantos mestres que passaram pela minha vida. Agradecer pelos amigos que me rodeiam. Agradecer à saúde que tenho e a saúde que tem os meus parentes de familiares. Agradecer ao povo do meu país que trabalha duro e produz com todas as forças. Agradecer cada fio de cabelo que nasce no meu couro cabeludo. Agradecer aos cientistas e pesquisadores que se esforçam para nos trazer o progresso. Agradecer aos meteoros que acabam com a vida na terra de tempos em tempos e que neste momento não estão caindo na Terra. Agradecer aos extras terrestres que ainda não encontraram o nosso planeta. Agradecer as abelhas que produzem o mel que adoça nossa vida. Agradecer à formiga que deve fazer alguma coisa útil aqui na Terra além de encher meu açucareiro. Agradecer ao mosquito que está aqui me rodeando... Todos nós temos que ter nosso momento Pollyanna. A personagem via otimismo em tudo que a rodeava e sempre extraía algo de bom e positivo de todas as situações, mesmo as mais desagradáveis. A gratidão gera um clima de otimismo em torno de todos que nos rodeiam. Agradeça a uma ajuda, agradeça a uma crítica pertinente. Agradeça um abraço amigo ou um beijo sincero. Agradeça uma boa ideia que alguém pode lhe dar em uma conversa informal. Agradeça com o coração, pois esse agradecimento faz o outro se sentir importante pela contribuição que ele lhe proporcionou. O agradecimento faz sentir-se feliz. A felicidade não está nas conquistas materiais. A felicidade está nos presentes que a vida nos dá. O nascer e o pôr do sol, as estrelas, os pássaros, o sorriso dos amigos, a alegria de uma criança, o reconhecimento do seu bicho de estimação. Agradeça ao Ser Superior ou Entidade em quem você acredita e põe toda a sua fé, seja ele chamado de Deus ou de outro nome qualquer. Agradeça somente hoje com toda a força e determinação. Agradeça a todos estes presentes que a vida nos dá, pois o resto nós mesmos construímos com fé, força, determinação e autoconfiança. O sábio agradece às pessoas que acreditaram nele porque o ajudaram a se sentir abençoado, mas agradece também àqueles que o desqualificaram, pois foram eles que o ensinaram a ser um guerreiro. E você? O que você tem para agradecer somente hoje? E lembre-se, amanhã será um novo hoje. Experimente fazer o exercício do agradecimento diariamente. Mudará sua vida, mudará sua forma de enxergar o mundo, mudará sua onda mental. Depois me conte como isso mudou sua vida. Tava pensando aqui...

Gostou? Deixe seu comentário e compartilhe. Curta a minha página do Facebook - Tavapensandoaqui - com as minhas crônicas e compartilhe também! Ajude a divulgar o meu trabalho. Um beijo do magro!